Para sentar… ou talvez não!

Há quem diga muitas vezes “não sei onde este mundo vai parar!” e, efetivamente, há avanços (ou recuos) no mundo e na sociedade que desejaríamos que não acontecessem, mas há outros extraordinários e libertadores. Poder adaptar objetos que existem há milhares de anos a novas funções é uma das grandes vantagens deste mundo menos conservador, mais aberto à novidade, mais tolerante à diferença. Um mundo que está cada vez mais pronto e disponível para metamorfosear as coisas, dar-lhes uma nova vida, um novo propósito.

Hoje vamos falar-lhe de “assentos” :-) Vamos propôr-lhe cadeiras para a mesa, cadeiras para o quarto, cadeiras para a varanda ou para o jardim mas vamos também mostrar-lhe bancos, bancos que adquirem diferentes funções consoante o seu gosto, a sua necessidade, a sua casa! E são estes pequenos multifuncionais que provam que o que sempre FOI, nem sempre É. As nossas avós dir-nos-iam que os bancos são para sentar… mas nós, hoje, questionamos: São? E se eu não quiser? :-)

Os elementos para sentar (cadeiras, bancos ou baquetas) são fundamentais em qualquer lar. A diversidade da oferta é irresistível e é tão bom ter muito por onde escolher no caso dos objetos que são mesmo mesmo necessários. Para pôr à volta da mesa de refeições, no canto da sala ou do quarto, no jardim ou na varanda, as cadeiras são imprescindíveis e hoje a tendência é para não as ter todas iguais…

Cadeira de veludo, para a mesa ou para um canto muito glamoroso!

As cadeiras em kubu (espécie de liana grossa das bananeiras), perfeitas para um jardim ou para uma decoração com estilo natural ou até rústico.

Cadeiras em metal, ideais para acessorizar e personalizar (com umas almofadas estampadas, por exemplo) à imagem do espaço e da decoração em redor.

Cadeira em veludo, o apontamento de cor que falta em sua casa ;-)

Agora os nossos amigos camaleónicos… um banco é um elemento quase invisível cuja importância e necessidade são gigantes. Quando a sala se enche de gente, um baquinho dá jeito para mais um, quando são muitos à mesa e não cabem mais cadeiras, o banco cabe sempre! Quando precisamos de pousar um copo, um livro, o telemóvel… o banco pode ser a mesa de apoio. Quando o espaço é pequeno ou a decoração assim o exige, que tal um banco como mesinha de cabeceira? Já agora, preciso de esticar as pernas, podes pôr-me esse banco aí à frente? :-) Enfim, onde há banco, há descanso!

Banco em carvalho… banco ou mesinha de cabeceira? ;-)

Banco em aço perfurado ou talvez uma mesa de apoio numa decoração estilo industrial.

O repousa-pés que também poderá ser uma mesinha de apoio para pousar uma revista ou o comando da televisão…

Banco e caixa de arrumação. Pode abri-lo para arrumar… o que lhe der jeito! :-)

Banco ou mesa de apoio, perfeito para uma decoração étnica

Banco corrido em imitação betão e metal… ou móvel de TV?

Banco quadrado e banco redondo em fibra de cimento. Muito originais para o jardim, para sentar ou como mesa de apoio.

Bancos em aço lacado e carvalho maciço, à venda em lotes de 2, também perfeitos como mesinhas de cabeceira ;-)

Banco em madeira e metal, o estilo industrial no seu melhor, ao seu serviço como banco, mesa de apoio ou mesinha de cabeceira.

Na La Redoute há muitos mais para lhe mostrar, por isso mesmo paramos por aqui para a deixar sentar-se confortavelmente e navegar no nosso site ;-) A imaginação é sua, dê a utilidade que quiser ao seu banco ou à sua cadeira e conte-nos tudo! :-)

Deixe um comentário