La Redoute ontem, hoje e amanhã

 

Desde cedo a moda foi uma constante na minha vida, o “vestir-se bem” era uma frase que ouvia muitas vezes com uma mãe que sempre gostou de se vestir face às tendências, cresci entre vestidos floridos e sapatos de salto alto. A moda aliada à beleza permitiu-me brincar ao faz de conta desde tenra idade, usando os sapatos e carteiras da minha mãe, pintando os lábios com o ketchup encontrado em cima da mesa.

Cresci e o amor pelas roupas cresceu comigo. Mais do que um estilo é uma forma de vivermos bem connosco próprios, quer sejamos um 34 ou um 44. Extraordinária é a diferença que podemos marcar usando uma camisa colorida ou umas calças padrão étnico, uns sapatos rosa choque aliados com uma saia verde água, afinal de contas, a nossa imagem é a primeira coisa que os outros vêm e por isso mesmo deverá, sempre, ser o nosso reflexo. E quando me perguntam o que é para mim a moda?! Respondo sempre que moda é a ferramenta que utilizo para encontrar o meu estilo, aquele estilo que nos apresenta à sociedade, que nos faz sentir bem connosco próprios, que demonstra aquilo que realmente somos, no fundo é uma forma de expressão, como se fossemos uma tela em branco que preenchemos com as roupas que mais adoramos, é ser eu própria.

Desde cedo a moda foi uma constante na minha vida, desde cedo vivi entre páginas e catálogos da La Redoute que a minha mãe recebia no correio, que se deliciava a passar as páginas sonhando e querendo cada peça, imaginando como e quando as usar. Desde pequena que a La Redoute me “viu” crescer, acompanhando o meu crescimento com aqueles vestidos que a minha mãe me comprava ou as inesquecíveis sandálias de atar nos tornozelos que utilizei até à exaustão. Esteve lá nos meus bons momentos, nas saias da adolescência e nos jeans para grávida que utilizei na melhor altura da minha vida.

Hoje sou eu que recebo o catálogo no correio e que sonho e vibro com as peças tendências que tanto gosto. Futuramente serão os meus filhos e com isso fico feliz, pois certamente serão pessoas cheias de estilo!

Texto de Adriana Teixeira | Leitora do Magazine de Tendências

Este texto é de exclusiva responsabilidade do seu autor.

Deixe um comentário