Vamos recordar! Lembra-se deste jogo? :)

 

Hoje, com o fim de semana à porta, queremos lançar-lhe um desafio! Vamos recuar à nossa infância…

Com ou sem filhos, todos acabamos por olhar para trás com algum saudosismo, recordando jogos e brincadeiras da nossa juventude. Por isso o desafio de hoje é exatamente esse!

Vamos viajar no tempo e partilhar memórias de jogos e brincadeiras que fazíamos em miúdos? Por aqui, entre membros da equipa La Redoute, os jogos de eleição eram as “escondidas”, o arco, “o rei manda”… e houve alguém que se lembrou do “quantos queres”… também se lembra? Ainda hoje muitos de nós irão voltar a jogar este jogo em família, é giríssimo para ensinar aos miúdos!

Aprenda, ou recorde, aqui como fazer um “quantos queres”, passo a passo.

E a sua brincadeira favorita em criança, qual era? Qual o jogo que recorda com um brilho nos olhos? Partilhe connosco as suas recordações… pois já dizia a canção, “recordar é viver” :)

Bom fim de semana!

5 de comentários

  1. Sofia Gonçalves - 24 Janeiro, 2014

    Eu adorava este jogo! Obrigada La Redoute, por me teres reavivado estas tão saborosas memórias de infância :) Este fim de semana vou ensiná-lo aos meus filhos!
    Lembrei-me que também adorava o jogo do elástico, alguém se lembra? Dava para jogar com um pequeno nas mãs e um maior nos pés!

  2. Anabela Ferreira - 26 Janeiro, 2014

    De facto lembro muito bem e de vez em quando distraida monto um “quantos queres” osmiúdos agora chamam-lhes “um cocas”. Jogos deste tipo agora têm muito mais importancia para descolar um pouco dos video jogos e outros similares, Na minha terra havia o “truque” que noutras localidades se chamava “a macaca”. Como disse a Sofia também o Elástico. O “trincolé” saltar uns por cima dos outros até fazer uma montanha encontada à parede. O “123 macaquinho chinês”… As corridas de caricas que se tornavam mais rapidas se lhes recortassemos uma casca de laranja para o interior…enfim tantos…”cabra cega”…

    • anabela ferreira - 30 Janeiro, 2014

      GOSTAVA DESTA BRINCADEIRASERAM DIVERTIDISSIMAS ,PENA QUE AGORA AS CRIANÇAS E ADULTOS NÃO AS ENSINEM NEM AS PRATIQUEM POIS ERAM BRINCADEIRAS QUE NOS FAZIAM FELIZES E AGORA SE PASSE O TEMPO EM FRENTE DUMA CAIXA ELECTRICA ONDE TUDO JÁ ESTA FEITO E QUE NO FUNDO NÃO DÁ PARA O CEREBRO RACIOCINAR.

  3. Silvia Campelo - 26 Janeiro, 2014

    Na minha aldeia as raparigas entretiam-se horas a jogar “À macaca” e ao “Lencinho queimado”. Era uma forma saudável de confraternizarmos em grupo, na rua, ao ar livre. Recordo as excelentes gargalhadas que dávamos e que faziam eco na rua. Por outro lado, sem darmos por isso, fortalecíamos as nossas amizades, de tal modo que, quando fazíamos asneiras encobriamo-nos umas às outras e hoje fazemos disso troféus da nossa infância! Bons tempos! Quem me dera ser novamente criança…

Deixe um comentário