DICAS PARA O MELHOR REGRESSO ÀS AULAS

Chegou a hora de revelarmos as dicas da Magda Gomes Dias para um regresso às aulas com sucesso! Espreite aqui…

 As 8 dicas mais importantes para um regresso à escola em tranquilidade

A escola pode ser um dos sítios mais mágicos que existe. É aqui que aprendemos sobre a vida, onde podemos exercitar a nossa felicidade, experimentar e aprender a ser.

No entanto, a transição das férias para a rotina escolar pode ter momentos mais complicados, sobretudo para as crianças mais pequenas. E elas têm razão: estar com os pais é mesmo a melhor coisa do mundo. Mas a vida acontece e com Setembro chega a escola. Abaixo deixo-lhe as 8 dicas mais importantes para que o regresso à escola seja feito com tranquilidade e até… entusiasmo!

DSC_6706Blusa Mademoiselle R | Calções Mademoiselle R

1.   Tome atenção ao que diz
Ir à escola faz parte da ocupação da criança e é extraordinário ter-se uma ocupação e rotina onde se aprende, onde se conhecem novas pessoas, onde se brinca e até onde se é feliz. O facto de uma criança pequena não querer ir para a escola pode ter simplesmente a ver com a sua vontade em querer ficar com os pais. Não lhe diga, portanto, frases como ‘Eu também não quero nada ir para o trabalho mas tenho de ir.
Porquê? Porque está a dar a entender que a escola tem algo de negativo e que o trabalho não tem nada de bom. Está a criar uma condicionante muito pouco positiva e a dar a entender que à medida que se vai crescendo, as coisas se tornam difíceis – a escola e o trabalho. Será que a criança vai ter vontade – no futuro – de continuar a ir à escola com frases desse tipo?
É muito mais simples dizer-lhe Eu sei que tu querias ficar em casa connosco. E logo, no final do dia, quando eu vier buscar-te, vamos poder continuar a fazer aquela construção que começámos ontem à noite.’

2. Visite a escola antes do grande dia
Se for a primeira vez que a criança for para a escola nova, visite-a. É mesmo importante que o faça porque a criança já terá estado naquele espaço e ele será mais familiar, sobretudo porque esteve consigo nele. Entre na escola, peça para visitar a sala e, se possível, para conhecer a professora.

3. Preparem a logística em conjunto
Comprem a mochila juntos, o material que vai precisar. Preparem o lanche em conjunto, as roupinhas de véspera. O facto da criança se sentir envolvida, vai ajudar não só a criar um sentimento positivo em relação à situação como também irá fazer com que se sinta parte integrante na gestão das suas emoções em relação à escola.

4. Deitem-se todos mais cedo nos dias que antecedem o regresso às aulas
Chegar ao primeiro dia de escola cansado não tem nada de fantástico. Uma criança cansada não consegue tomar as melhores decisões, não está atenta ao que lhe dizem e, nas mais pequeninas, a gestão das emoções é francamente muito, mas mesmo muito mais difícil. Por isso, dois ou três dias antes do grande dia, vão todos para a cama mais cedo para relaxarem, descansarem e dormirem mais umas horas. Pais incluídos – é que pais cansados também têm menos paciência para gerirem os filhos.

5. Acorde mais cedo
Prepare-se, prepare o pequeno-almoço e vá acordar os filhos com tempo. Use esta regra: Não os deixe dormir até à hora limite. É preferível que acordem mais cedo e que façam as coisas com calma do que a correr, mesmo já tendo tudo pronto. Sair de casa a correr não é o que vai querer fazer para que o regresso à escola corra bem. Portanto, façam tudo com tempo: desde o acordar, ao vestir e ao tomar o pequeno almoço. E saiam com tempo. A sensação é totalmente diferente. E dar-vos-á uma enorme tranquilidade.

6. Cheguem mais cedo e despeçam-se no exterior
Este ponto é mesmo importante e pode fazer uma enorme diferença na forma como a criança é deixada na escola. Cheguem mais cedo, para evitarem as despedidas das outras famílias.
Despeçam-se antes de chegarem à porta da escola, dizendo que lá dentro dirá bom dia aos professores e depois um pequeno beijinho. Os beijos grandes e abraços são cá fora.
Deixe a conversa com o professor e com os outros pais para outra altura. Ficar à porta da sala não é benéfico para o seu filho que o vê e cria expectativas.

7. Regresse mais cedo
Se puder, vá buscá-los um pouco mais cedo à escola. Assim a espera fica menos longa e eles percebem que os pais, afinal, sempre chegam!

8. Saiba gerir as suas emoções!
A forma como vive o regresso à escola do seu filho apenas a si diz respeito. Temos o direito de sentir medo, ansiedade e de ter dúvidas. Não temos é o direito de projetar tudo isso nos nossos filhos. Sabia que até a forma como os elogiamos pode conter esses ingredientes? Por isso é mesmo importante que sejamos contidos e saibamos gerir o que nos vai no coração. Encontre uma mãe ou uma amiga e partilhe com ela o seu estado de espírito. Não o faça com o filho.

9. Treine!
Amanhã é o primeiro dia de aulas. E o que vai acontecer?Vamos sair de casa às 8h, vamos a pé até à escola. Vá, pega na mochila e vamos treinar.
Treine tudo umas duas ou três vezes. Com tranquilidade e como se fosse mesmo a sério. E no dia a seguir cumpra com o guião. Vai tornar tudo mais simples porque a criança já se projetou na situação. Depois, vendo que as coisas correm como treinou, sente-se mais segura. E é justamente isso que vai querer.
E de resto, deixe a vida acontecer. A escola vai acompanhar os miúdos durante muitos anos – é normal que seja vista como algo normal e positivo.

DSC_6037 Magda: blusa, calças, botas | Carmen: vestido, écharpe, meias, botas | Gaspar: camisola, camisa, calças, sapatilhas

Espreite aqui a coleção criança La Redoute para um regresso às aulas ainda mais colorido. E não deixe de ver as fotos fantásticas da produção fotográfica que fiz com os miúdos para a La Redoute. Foi um dia super divertido!

Um bom regresso às aulas!

Magda Gomes Dias
Diretora, Coach e Formadora da Escola da Parentalidade e Educação Positivas

2 de comentários

  1. yvone graça - 16 Setembro, 2016

    gostaria de receber o livro da REDOUTE que já não recebo a muito tempo pois queria fazer encomenda e não tenho, pedia que me manda-sem para XXXX muito obrigados —- fico á espera

Deixe um comentário