#14 | DIY Organizador de Parede

 

Recordam-se das calças de ganga que utilizámos para fazer esta bolsa?

Na altura só retirámos uma parte de uma das pernas, mas hoje vou apresentar-vos uma sugestão em que vamos dar uso aos bolsos traseiros, cós e mais uns pedaços de perna!

Trata-se de um organizador de parede com diversas aplicações. Como podem imaginar, vou utilizar o meu para dar apoio no atelier, mas os vossos podem ser adaptados às necessidades que tiverem.

Organizador de parede

Curiosos? Podem começar por procurar as tais calças velhotas e depois, quando as encontrarem, não percam mais tempo e venham ver como se transforma o velho em novo!

MATERIAIS NECESSÁRIOS:

Tela de pintura
Tecido
Calças de ganga (inutilizadas)
Tesoura
Fita métrica OU Régua
Alfinetes
Linhas (coloridas)
Agulha
Máquina de costura
Martelo + Pregos para madeira/ tachas OU Pistola de agrafos
Fitas decorativas [*] Pistola de cola quente [*] Tapete de corte [*] Régua de patchwork [*] Cortador rotativo [*]

Os utensílios assinalados com [*] são opcionais. O trabalho pode ser feito exclusivamente com o auxílio dos materiais indicados antes destes.

01

1) Começamos por medir a tela de pintura para definirmos o tamanho do tecido a cortar. No exemplo que apresento, utilizei uma tela de 50*40cm, pelo que cortei um rectângulo de tecido de 54*44cm (2cm para cada lateral da tela).

Para evitar que o tecido desfie, uma vez que vai ser bastante manuseado, o primeiro passo consiste em chulear toda a peça (máquina de costura com o ponto de zig-zag seleccionado).

2) Deixamos o tecido de parte, por agora, e vamos debruçar-nos nas calças de ganga (ou naquilo que resta delas, como é o caso!). Nesta fase vamos recortar os bolsos traseiros, com alguma margem, e o cós (o mais próximo possível à costura).

02
Organizador de parede

3) Vamos querer que os bolsos fiquem, apenas, com cerca de 0,5cm de tecido (ganga) ao seu redor. Para isso, se for necessário, vamos acertar o recorte realizado no passo anterior.

Seguidamente, com o ferro de engomar, vamos passar os bolsos para que fiquem bem esticados. Com o nosso tecido orientado na posição com o queremos aplicar na tela vamos, recorrendo aos alfinetes, fixar os bolsos nos locais pretendidos.

Organizador de parede
Organizador de parede

4) Com o ponto de zig-zag já seleccionado (ou outro que prefiram), vamos aplicar os bolsos no tecido, utilizando linha azul ganga ou de cor contrastante (como no exemplo).

06
07

5) Vamos agora pegar na tira de cós que retirámos das calças. Medimos cerca de 2cm a partir do limite inferior do tecido e, começando num dos lados, fixamos o cós com alfinetes. Esticamos bem a restante tira e, novamente, fixamos com alfinetes no lado oposto. Cortamos agora o excedente da peça.

08

Voltamos à máquina de costura e chuleamos as extremidades do cós ao nosso tecido.

Como vão certamente perceber, por muito esticada que esteja a tira, vai sempre parecer que não tem qualquer tensão. Não se preocupem pois, após o passo 6), iremos resolver essa questão!

6) As presilhas, que neste momento estão apenas presas pelas suas costuras superiores, necessitam de ser costuradas à parte inferior do cós. Esta costura, a menos que tenham uma máquina de costura capaz de fazer este trabalho, deverá ser realizada manualmente.

09

7) Agora sim, estamos prontos para dar mais alguma tensão/ capacidade de suporte à tira de cós. Para tal, vamos colocar alguns alfinetes entre as duas extremidades já fixas, de forma a manter a posição correcta. Na máquina de costura, com o ponto corrido seleccionado, costuramos algumas linhas verticais (neste exemplo realizei três costuras).

Organizador de parede

8) Colocamos o trabalho de parte, por momentos, para extrair mais uns pedaços de ganga de uma das pernas. A partir deste momento deixa de haver quaisquer “regras”: vamos trabalhar consoante as nossas necessidades! Referi-vos, ao início, que vou utilizar o meu organizador no atelier. Os utensílios que mais utilizo e que, naturalmente, devem estar sempre à mão, têm diversas dimensões e formas, daí a minha necessidade em adicionar duas bolsas extra: uma grande e uma pequena.

Organizador de parede
Organizador de parede

Como escolhi um tecido de fundo extremamente colorido, e uma vez que apliquei cada um dos bolsos com cores diferentes, decidi aplicar fitas gregas coloridas nas novas bolsas. Mais uma vez fica ao vosso critério mas, se optarem por uma solução deste género, não se esqueçam de que este será o primeiro passo antes de realizar as restantes costuras.

Organizador de parede

9) Com ou sem fitas decorativas Passamos, de seguida, a dobrar a ganga ao meio tendo atenção para deixar o direito do tecido voltado para dentro. Fixamos com alfinetes e vamos fazer as costuras na máquina. Deve ser deixada uma abertura para voltar o trabalho do direito!

Organizador de parede

Voltado o trabalho do direito e fechada a abertura é fundamental que este novo bolso fique bem esticado. Recorremos novamente ao ferro de engomar para, de seguida, pespontarmos a costura superior (acima da fita decorativa). Resta apenas escolher os locais para colocar as bolsas e, sem mais demoras, tratar da sua aplicação.

Organizador de parede
Organizador de parede

10) Chega a parte das notícias: a boa é que, após todos estes passos, acabaram finalmente as costuras; quanto à má…vamos passar para a carpintaria!

Na verdade são ambas boas notícias porque este passo não tem qualquer dificuldade. Bastam uns pregos para madeira ou tachas (utilizadas no exemplo) e um martelo.

Organizador de parede

Começamos por colocar o primeiro prego no meio de um dos lados, tendo atenção para que o tecido fique centrado com a estrutura da tela. Optei por iniciar o trabalho pelo lado superior, começando a distribuir as tachas do centro para os cantos, mas sem lá chegar. De seguida fui fazer o mesmo no lado oposto e, por fim, nas laterais. As últimas tachas foram as dos cantos, para que estes ficassem o mais perfeito possível, permitindo que o tecido pudesse ser devidamente esticado. Nesta altura o vosso trabalho deverá estar semelhante a este:

Organizador de parede

Se gostarem de ter os pregos/ tachas à vista podem dar o projecto por terminado! Se, no entanto, preferirem esconder, podem recorrer à aplicação de uma fita em todo o perímetro da tela (neste caso utilizei cola quente).

Organizador de parede

Chega agora a parte mais agradável: a decoração das bolsas do vosso organizador para que, mais tarde, possam vir a receber os mais diversos objectos no seu interior.

Espero que tenham gostado do projecto mas, acima de tudo, que este vos seja útil!

Até breve!

Inês Jerónimo

corte-costura

1 Comentário

  1. HELENA PAULA MARINHO - 18 Setembro, 2014

    Uma ideia muito boa.
    Parabéns.
    Venham mais ideias geneais.

Deixe um comentário