#1 DIY by Inês Jerónimo

CAMISOLAS PERSONALIZADAS

Quero começar por agradecer à La Redoute o convite que me fez. Nunca é demais sublinhar que foi com
um enorme prazer que aceitei participar neste projecto. Irei colaborar com uma publicação mensal de “Do it Yourself” (DIY), em português, “Faça você mesmo”. Tentarei focar temas tão diversificadas quanto possível – vestuário, acessórios, decoração – tendo sempre como principal objectivo a apresentação de projectos apelativos, que possam ser realizados com facilidade, tanto pelos materiais envolvidos, quanto pelo tempo de execução, sem esquecer o grau de dificuldade e os custos (um aspecto cada vez mais a ter em conta).

O primeiro projecto que vos trago é muito simples, totalmente reversível, adequado a miúdos e graúdos!

Quem é que não tem no seu roupeiro (pelo menos) uma camisola básica, de manga comprida, igual à de milhares de outras pessoas? Porque não personalizar essa camisola através da aplicação de cotoveleiras? Não só a torna uma peça única como pode ser uma mais-valia para as roupas das crianças!

Deixo-vos três sugestões que espero que sejam do vosso agrado e que sirvam de inspiração para desenvolverem os vossos próprios modelos!

MATERIAIS NECESSÁRIOS:

  • Camisola
  • Molde [AQUI]
  • Lápis
  • Feltro macio com 1-2 mm de espessura
  • Tesoura
  • Fita métrica
  • Alfinetes
  • Agulha
  • Linha
01. Camisolas
02. Material

 

1) Vamos começar por escolher uma camisola, a forma das cotoveleiras a aplicar e a cor que pretendemos utilizar. O molde que vos forneço contém três modelos diferentes de cotoveleira: clássico (oval), coração e estrela. Devem imprimir o ficheiro no formato A4 para que os moldes fiquem em tamanho real.

 

03. Selecç_o Castanho
04. Selecç_o Preto
05. Selecç_o Vermelho

 

2) Fixar o molde ao feltro, desenhar o seu contorno (2x) e recortar. Se o feltro for pouco espesso e se sentirem confortáveis para tal, podem sobrepor duas camadas de feltro e marcar apenas a superior, recortando ambas em simultâneo…é uma forma de poupar algum tempo!
06

 

3) Chega agora a altura de decidir a cor da linha. Nesta situação que vos estou a mostrar, sendo a camisola cor de café com leite, escolhi o feltro castanho e optei por utilizar linha da mesma cor. No entanto, outra das opções é utilizar cores contrastantes, como poderão ver nos outros exemplos que apresento no final.
07

 

4) Como saber o local exacto onde aplicar a cotoveleira? Nada mais simples! Com a camisola vestida e bem posicionada devem flectir o braço e, com o auxílio da fita métrica/régua, medir a distância entre o cotovelo e o final do punho (no meu caso são 29cm). Para concluir este passo é necessário despir a camisola e marcar com um alfinete, na parte posterior de ambas as mangas, a medida obtida.

08

 

5) Para posicionar as cotoveleiras no local correcto devem guiar-se pelo alfinete colocado no ponto anterior. É muito importante ter em conta que as mesmas devem estar centradas pela largura da manga e alinhadas em ambos os braços.
09
10

 

 6) Existem diversos pontos para costurar. Optei pelo mais simples, o ponto corrido, que penso não precisar de explicações além da fotografia. Uma vez que queria obter um ponto resistente e com alguma expressão, costurei com linha dupla dobrada, ou seja, com quatro fios.
11

 

7) Após a cotoveleira estar totalmente aplicada, deve rematar-se o trabalho, do lado do avesso. Repetir o procedimento para a outra manga… “et voilá”!
12

 

Espero que gostem do resultado e que fiquem com vontade de experimentar esta sugestão. Se não gostarem, se se fartarem e quiserem mudar a forma/cor ou simplesmente se pretenderem voltar ao normal, lembrem-se de que é uma aplicação reversível: basta retirar a linha e tudo volta a ser como era!
Deixo-vos mais dois exemplos para se inspirarem!

 

13
15
14

 

Até breve :)
Inês Jerónimo
corte-costura

2 de comentários

  1. Filipa Costa - 21 Dezembro, 2013

    Muito obrigada. Será que poderia fazer mais postagens sobre personalização simples de roupa?

Deixe um comentário